terça-feira, 16 de abril de 2013

O que é Filosofia?



Um dos conceitos mais básicos que se tem da Filosofia é o próprio significado da palavra: filo - sofia ( amor ao conhecimento).   Essa definição remonta a Pitágoras e reflete o pensamento de que o homem nunca chegaria a ser sábio, mas tão somente um amante da sabedoria. Embora seja certo que o homem de estudo enquanto viver e tiver saúde nunca poderá deixar de buscar a verdade, creio que seja negativo o pensamento de que a sabedoria nunca se encontra, mas só pode ser buscada num exercício infindável. Obviamente o homem, pela graça de Deus, progride na senda da verdade, e torna-se sábio naquilo que o estado terreno pode comportar. E deve ter a esperança de atingir a plenitude da sabedoria e da felicidade no Paraíso ao lado de Deus. Por isso essa definição, embora bela, não parece muito apropriada ao intelectual católico, que não obstante pode tirar dela, com prudência, aquilo que ela tem de verdadeiro.
Para Deleuze a filosofia é a criação de conceitos. Muito utilizada atualmente no ensino médio, onde se diz que o objetivo é fazer o jovem pensar com autonomia, ser crítico e original. Atualmente a academia vê na filosofia algo parecido com essa visão de Deleuze, onde o que importa não é a verdade, mas a habilidade de manipular conceitos de forma complexa, num palavrório vazio, fortemente marcado por um jargão inconfundível.
Para Marx, a filosofia é um instrumento ideológico utilizado pela classe dominante, que só poderia ser purificado ao ser usado como instrumento crítico visando a revolução da sociedade.
Eu vejo na filosofia uma atividade racional e prática que visa tanto a contemplação da verdade como o alcance da santidade. Mas, não vejo, como já disse, na filosofia, uma atividade independente que por si mesma baste para conduzir o homem ao caminho da salvação: o máximo que se consegue chegar nesse sentido foi onde os gregos chegaram. A filosofia depende claramente de uma doutrina religiosa segura, pela qual possamos conhecer e esperar de Deus as coisas certas, pois bem, essa doutrina se encontra na Igreja Católica. Pois se o intelecto humano estiver abandonado a si mesmo, sem uma revelação que seja divina, o máximo que atingirá serão os limites naturais, e além disso correrá enormes riscos de se deturpar totalmente como muitos exemplos da filosofia moderna e contemporânea.

2 comentários:

  1. Parabéns professor Welder. Mostra claramente o que a filosofia realmente é!


    - Sergio H. Ribeiro, Ex aluno.

    ResponderExcluir